Homem suspeito de tirar a vida de mulher e ocultar o corpo é queimado vivo em rua do Rio de Janeiro

O caso está sob investigação.

ANÚNCIOS

Um ato de extrema violência marcou a noite deste último domingo (10), um homem faleceu após ser incendiado vivo no Engenho Novo, região localizada na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

Conforme relatado por residentes locais, ele foi acusado pelos vizinhos de ter cometido o assassinato de Tamires da Silva Mendonça, de 24 anos, e ocultado o corpo. Tamires da Silva Mendonça foi encontrada enterrada em uma residência que fica na região.

ANÚNCIOS

Os socorristas do Corpo de Bombeiros foram chamados para auxiliar no resgate do corpo carbonizado, que foi localizado próxima a residência onde a mulher foi encontra sem vida pela polícia militar.

A área foi isolada para investigação forense, e agentes da Polícia Civil foram acionados. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o homem sendo agredido por três indivíduos enquanto seu corpo é incendiado.

Conforme informações, ele foi denunciado por residentes locais por supostamente cometer o homicídio da mulher, levando-o a ser julgado pelo “tribunal” do crime na comunidade do Rato Molhado.

ANÚNCIOS

Segundo os relatos de Kerolayne Mendonça, irmã de Tamires, afirmou que o principal suspeito do crime seria o marido de uma prima. Este indivíduo havia sido contratado por Tamires para realizar uma obra em sua residência, mas teria ficado furioso ao ser acusado de roubo.

A família notou o desaparecimento da jovem e, ao observar cimento fresco no quintal de sua casa, decidiu investigar, encontrando então o corpo. Diante disso, confrontaram o homem, que supostamente confessou o assassinato.

A Polícia Civil está responsável por investigar o caso.

ANÚNCIOS

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.