Cantor de pagode é preso sob a suspeita de agredir a ex-namorada: ‘Cheguei a desmaiar’

A vítima tem lesões em todo o corpo e revela como foram as horas de terror que viveu.

ANÚNCIOS

No último dia 17 de setembro, um cantor de pagode foi preso após espancar ex-namorada que chegou a ficar inconsciente devido a violência empregada nas agressões.

O cantor, de 29 anos, teria ficado enfurecido por ciúmes e iniciou uma sessão de tortura contra a ex-namorada que está com lesões em todo o corpo.

ANÚNCIOS

Segundo as informações preliminares dos agentes de segurança, o caso aconteceu na cidade de Contagem, que fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

A vítima identificada como Paloma Agnes, de 34 anos, contou em entrevista que estava em um evento com o então namorado, transtornado por ciúmes o cantor a chamou para ir embora.

Ela contou que ele mudou de comportamento após ela dançar o refrão de uma música com uma amiga. Em seguida ela foi embora com o cantor que não teve seu nome revelado.

ANÚNCIOS

Paloma Agnes, revelou que as agressões começaram dentro do seu carro, eles saíram do bairro da Pampulha que fica em BH em direção a Contagem e que durante todo o trajeto ela foi espancada.

O cantor teria puxado o freio de mão do carro de Paloma por duas vezes, fazendo com que o veículo parasse bruscamente no meio da rua colocando a segurança deles e de terceiros em jogo.

Quando ela finalmente chegou no estacionamento do prédio onde vive, as agressões ficaram mais violentas e ela chegou a desmaiar.

ANÚNCIOS

Os vizinhos perceberam que havia algo de errado e acionaram a polícia.

“Ele me enforcou muito, chegou a me levantar enquanto me enforcava, e tampava minha boca e meu nariz com a outra mão, falava ‘agora você vai morrer’. Cheguei a desmaiar de tanta dor, tanto desespero”, afirmou a vítima.

Paloma Agnes, afirmou que está com muito medo do homem cumprir com suas ameaças, ela teme por seu filho de 8 anos e disse que está desesperada.

O homem foi preso, ouvido pelos policiais e deixou a delegacia em pouco mais de uma hora.

A vítima tenta garantir uma medida protetiva de urgência. O caso está sendo investigado.

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.