Supostos dados pessoais de Michelle Bolsonaro são vazados em rede social por grupo de hackers Anonymous

Através da rede social Twitter, o grupo divulgou dados pessoais e até mesmo dados críticos dos cartões de crédito pessoais da primeira-dama.

ANÚNCIOS

O grupo de hackers conhecido como Anonymous divulgou hoje (26) dados que supostamente pertencem a primeira-dama Michelle Bolsonaro. O Palácio do Planalto ainda não se manifestou a respeito do suposto vazamento.

Através da rede social Twitter, o grupo divulgou dados pessoais e até mesmo dados críticos dos cartões de crédito pessoais da primeira-dama. As publicações seguem no ar, cerca de 10 horas após terem sido publicadas.

Os supostos dados foram postados junto com um “exposed” da primeira-dama, expressão usada para série de publicações que tem por interesse “expor a verdade” sobre alguma figura pública. Neste caso, a primeira-dama.

Os dados contam com número de CPF, endereço, dados pessoais como nome dos pais, números de telefone, idade, data de nascimento e outros dados privados. As publicações logo se tornaram um dos assuntos mais comentados da rede.

O grupo Anonymous já se envolveu em polêmica antes e até mesmo é alvo de investigação da Polícia Federal depois de, em junho, publicar dados pessoais dos filhos do presidente Jair Bolsonaro e alguns dos Ministros.

ANÚNCIOS

O Anonymous é um coletivo que surgiu nos Estados Unidos e logo se espalhou para outros países de todo o mundo. O grupo se identifica como um coletivo de ciberativismo, mas realiza vazamento de dados, o que é considerado crime no Brasil.

Até o momento, Michelle Bolsonaro não se manifestou sobre o caso, nem através de assessoria. O Palácio do Planalto também não comentou o suposto vazamento.

ANÚNCIOS

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.