Priscilla Alcântara fala sobre comunidade LGBT e defende que cristãos lutem contra homofobia; posicionamento da evangélica gera divisão nas redes sociais

O posicionamento da jovem costuma fazer sucesso entre cristão mais jovens, mas costuma encontrar bastante resistência entre evangélicos mais velhos.

ANÚNCIOS

Priscilla Alcântara é conhecida do público brasileiro por ter sido apresentadora do Bom Dia e Cia, uma dos programas infantis de maior sucesso da televisão nacional. Ao lado de Yudi Tamashiro, ela cresceu diante dos olhos do país inteiro e agora lida com algumas consequências.

Todo artista que começa cedo demais precisa lidar com o amadurecimento e, muitas vezes, confrontar o público com suas mudanças de posicionamento e atitude. Mas, no caso de Priscilla, as coisas são um pouco mais delicadas porque ela segue uma carreira gospel.

ANÚNCIOS

Embora não goste tanto de se rotular como cantora gospel, boa parte do público dela é da comunidade gospel, apesar da mesma fazer sucesso com outros núcleos. A jovem também se dedica ao projeto religioso ASU (Até Sermos Um), uma iniciativa original no Brasil.

Apesar de ter um público base na comunidade evangélica, ela nunca escondeu suas visões progressistas e modernas. Ela defende, como o próprio projeto afirma, que “somos um”. Ou seja, ela acredita que a igreja, como um todo, deve transmitir uma mensagem de amor e respeito.

Exatamente por isso, talvez, as pessoas costumam se chocar com algumas declarações da jovem. Ela recentemente esteve em uma live com a revista Marie Claire e falou um pouco da sua percepção sobre a comunidade LGBT, surpreendendo o público.

ANÚNCIOS

Ao contrário do que talvez fosse esperado vindo de uma representante do cristianismo, ela defendeu a comunidade e falou em respeito e amor. A jovem recordou ainda um episódio de agressão recente e lamentou sobre o uso do nome de Deus para espalhar ódio e violência.

O posicionamento de Priscilla costuma fazer sucesso entre cristão mais novos, mas costuma encontrar bastante resistência entre evangélicos mais velhos. A turnê ASU costuma reunir centenas de jovens com o objetivo de adorar a Deus e é uma iniciativa da mesma.

Apesar das críticas, no entanto, ela não parece deixar que isso abale seu posicionamento. Ela defende que os cristãos combatam a homofobia e toda e qualquer forma de discriminação.

ANÚNCIOS

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.