Polícia de Goiás intercepta tráfico de drogas que usava ‘caixão com paciente de covid’ como disfarce

O jovem, identificado como Genilson Rodrigues da Costa afirmou a polícia que havia recebido R$ 5 mil para transportar a droga. Ele vai responder por tráfico de drogas.

ANÚNCIOS

Mesmo em meio a tanta tragédia, ainda existem pessoas dispostas a aproveitar de algo tão trágico quanto a pandemia de covid-19 como meio de lucrar e tirar vantagem. Felizmente, nem todos se safam dessa.

Um jovem de 22 anos foi preso enquanto transportava 300kg de maconha de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, para Goiânia. Como disfarce, a droga era transportada dentro de caixões e o rapaz foi orientado a dizer, caso fosse parado, que os caixões estavam selados por risco de contaminação de covid-19.

ANÚNCIOS

O tenente-coronel Sérgio Marques Duarte, que comandou a ação, explicou que o jovem foi interceptado por direção perigosa. Os policiais estranharam a forma que o carro estava sendo conduzido e deram ordem para que parasse.

Durante entrevista padrão, os policiais observaram que o jovem demostrava muito nervosismo e aparente preocupação. Diante desse comportamento estranho, os agentes pediram que o porta-malas fosse aberto.

O jovem atendeu a ordem, mas tentou se livrar da prisão afirmando que os caixões estavam selados por se tratar de pacientes de covid-19. O suspeito afirmou que não tinha autorização para abrir os caixões em risco de contaminação.

ANÚNCIOS

A situação foi muito “exótica”, como narrou o tenente-coronel, mas todo o comportamento do suspeito estava apontando para algo errado. Diante disso, os policiais decidiram abrir os caixões e averiguar se realmente se tratava de corpos.

Por sorte, mas também um excelente trabalho policial, os agentes puderam comprovar que não se tratava de corpos mas sim cerca de 300 kg de maconha. A droga seria levada para Goiânia e comercializada na região.

ANÚNCIOS

O jovem, identificado como Genilson Rodrigues da Costa afirmou a polícia que havia recebido R$ 5 mil para transportar a droga. Ele vai responder por tráfico de drogas. A droga, provavelmente, veio do Paraguai que faz fronteira com Ponta Porã. O caso deve ser investigado mais a fundo.

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.