Falece a mulher que teve tumor gigante de 46 kg retirado em cirurgia de urgência; causa do óbito é divulgada

A paciente vinha apresentando boa recuperação e seria transferida para a enfermaria nesta segunda-feira (12/09).

ANÚNCIOS

A paciente que teve um tumor de aproximadamente 46 quilos retirado em cirurgia no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, no Rio de Janeiro, faleceu no início da tarde de domingo (11).

De acordo com o médico cirurgião geral Glaucio Boechat, que acompanhou o pós-operatório, a mulher sofreu uma parada cardíaca, sendo a causa de seu óbito.

ANÚNCIOS

A cirurgia de emergência para a retirada do tumor aconteceu no último dia 31 de agosto e virou notícia em todo o país por conta do tamanho da massa.

Desde a operação, a paciente apresentava quadro de saúde considerado estável e seria transferida para a enfermaria nesta segunda-feira (12/09). No domingo anterior, porém, faleceu.

Entenda o caso

A paciente tinha 45 anos de idade e, com 1,53 metro de altura, pesava cerca de 150 quilos. A mulher deu entrada na unidade de saúde queixando-se de falta de ar por conta do tumor.

ANÚNCIOS

Após análises preliminares, incluindo a realização de exames de imagem, o médico Boechat tomou a decisão de interná-la às pressas para a realização da cirurgia de emergência.

A operação levou cerca de duas horas e o material extraído foi encaminhado para biópsia. O resultado ainda não saiu, com prazo de entrega de 15 a 20 dias. No entanto, a equipe médica acredita que o tumor tenha surgido na região do útero da paciente.

Natural de Volta Grande, em Minas Gerais, a paciente vivia em Itaperuna, no Rio de Janeiro, e conviveu com o tumor por pelo menos cinco anos. Lamentando o falecimento de sua paciente, o cirurgião-geral confessou que, em toda a sua carreira, este havia sido o maior tumor já retirado.

ANÚNCIOS

Henrique Furtado

Torcedor apaixonado pelo Mais Querido, ligado em tudo que acontece no dia a dia do Mengão. Por este redator você saberá, em primeira mão, as últimas notícias dos bastidores do Flamengo.