Quem era PC Siqueira: O influencer que foi do céu ao inferno na trilha tortusosa das redes sociais, encontrado sem vida em SP

Último vídeo de PC com vida viralizou nas redes sociais.

ANÚNCIOS

Num desfecho inesperado e lamentável, a Polícia Militar de São Paulo descobriu o corpo do youtuber PC Siqueira em sua residência no centro da cidade.

A trágica descoberta teve lugar na tarde de quarta-feira, 27 de dezembro. Os agentes chegaram à cena por volta das 17h53, confirmando a impactante perda do influenciador digital.

ANÚNCIOS

Após a descoberta chocante, o caso foi prontamente encaminhado para o 11º DP de Santo Amaro (SP) para uma investigação minuciosa. Quanto à causa da morte do youtuber, a perícia ainda está em curso, examinando as evidências e coletando quaisquer detalhes pertinentes.

Prevê-se que, nas próximas horas, sejam divulgadas novas informações visando esclarecer as dolorosas circunstâncias. Nas redes sociais, muitas especulações já ganharam força.

Quem era PC Siqueira

O digital influencer que foi do céu ao inferno nos caminhos tortuosos das plataformas digitais, foi encontrado sem vida aos 37 anos. Siqueira chegou a ter uma base de mais de 2 milhões de seguidores em seu canal no YouTube.

ANÚNCIOS

PC Siqueira alcançou notoriedade no cenário online a partir de 2010, ao inaugurar seu canal com conteúdo críticos abordando uma gama diversificada de temas, que incluíam religião e cultura pop.

O êxito na esfera online abriu portas para PC Siqueira na televisão, e ele conquistou presença nas programações da MTV, Play TV e TBS.

No auge de sua fama, o influenciador abordou repetidamente sua saúde mental em diversas ocasiões. Em entrevistas e vídeos, ele compartilhou abertamente suas lutas contra a depressão, ansiedade e crises de pânico.

ANÚNCIOS

Acusação de pedofilia

Anos mais tarde, em 2020, o youtuber se viu no centro de uma investigação policial após um perfil no Twitter divulgar imagens de uma alegada conversa na qual PC Siqueira teria admitido ter recebido fotos de uma criança sem roupa. No entanto, tal crime não foi confirmado.

Na ocasião, ele refutou as alegações, afirmando categoricamente que nunca havia cometido nem cometeria qualquer crime relacionado à pornografia infantil.

O apresentador teve seus dispositivos eletrônicos apreendidos, porém, as autoridades não encontraram evidências de que ele teria armazenado ou compartilhado conteúdo adulto envolvendo menores de idade.

Diante das acusações, PC Siqueira chegou a encerrar seu canal no YouTube, mas, após alguns meses, decidiu reativar a conta. Desde então o influencer vivia em uma montanha russa de emoções até este dia 27 de dezembro quando foi encontrado sem vida.

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.