Menino de 7 anos nasce com dois pênis e é levado à mesa de cirurgia para a retirada de um dos órgãos

O caso é extremamente raro na literatura médica, com apenas 100 casos relatados em todo o planeta.

Um caso raríssimo na medicina foi constatado por médicos do Uzbequistão. Trata-se de um garoto de 7 anos que nasceu com dois pênis funcionais e sem o ânus, sendo uma condição conhecida pela literatura médica como atresia anal constatada em 1 a cada 6 milhões de homens em todo o planeta.

Os registros feitos pelos médicos que acompanharam o caso foram publicados na revista Science Direct. Segundo eles, os dois órgãos eram completamente funcionais, de modo que o paciente era capaz de urinar por ambos, indicando o pleno desenvolvimento de duas uretras.

PUBLICIDADE

Depois de conviver com a anomalia por cerca de sete anos, a criança precisou ser operada para a retirada de um dos órgãos. A condição poderia comprometer a sua saúde para os próximos anos, trazendo problemas para os testículos além de outras complicações no trato digestivo e urinário.

Durante a operação, o pênis do lado esquerdo foi completamente removido e a uretra que lhe acompanhava redirecionada para o lado direito. O paciente esteve internado por cerca de dois meses para a sua recuperação clínica e, agora, é capaz de usar o banheiro normalmente.

PUBLICIDADE

O caso da atresia anal, por sua vez, é mais comum, atingindo 1 a cada 1.500 bebês. Neste paciente, o problema foi corrigido logo após o nascimento, com a perfuração da membrana que separa o intestino e o ânus. Todavia, os médicos do Uzbequistão não compreenderam o porquê do problema relacionado com a anomalia dos dois órgãos genitais ter demorado tento tempo para ser resolvido.

Escrito por

Henrique Furtado

Torcedor apaixonado pelo Mais Querido, ligado em tudo que acontece no dia a dia do Mengão. Por este redator você saberá, em primeira mão, as últimas notícias dos bastidores do Flamengo.