Mãe faz denúncia após filho autista sofrer ataque em caminho para a escola

Unidade é a mesma envolvida em outro caso polêmico.

ANÚNCIOS

Um caso de violência contra um adolescente autista, em beco no Guará 1, Distrito Federal, esta sendo investigado pela polícia. Quem denunciou o caso foi a mãe do menino, que relatou o episódio de agressão.

O garoto, de 15 anos de idade, estava a caminho do Centro de Ensino Especial (CEE) 1, quando foi atacado por dois homens. A sessão de espancamento foi tão violenta que o menino teve dois dentes quebrados.

ANÚNCIOS

O crime aconteceu próximo ao ponto de ônibus do QE 20 do Guará I. A mãe relata ter ouvido de testemunhas que o menino foi acusado de ato obsceno pelos homens que lhe agrediram.

“Uma testemunha comentou que os dois homens disseram que ele fazia gestos obscenos. Achamos que, provavelmente, ele pode ter urinado em via pública, mas por não ter discernimento pleno. Não acreditamos que ele tenha mostrado as partes íntimas”, relata a mãe.

O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia (Guará), que investiga como lesão corporal. A família tem esperança de encontrar imagens de circuitos de segurança que possam auxiliar na identificação dos suspeitos.

ANÚNCIOS

De acordo com a mãe do adolescente, ele tem autismo severo e não fala. Ainda assim, conseguiu aprender o caminho da escola e fazia o percurso sozinho toda segunda, quando tinha aulas complementares na unidade de ensino.

A escola onde o menino estuda, Centro de Ensino Especial (CEE) 1, é a mesma onde um aluno teve o braço quebrado enquanto era imobilizado por um policial militar.

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.