Envolvidos nas mortes de PM e filha tem prisão decretada pela Justiça; polícia já identificou os três

Três homens participaram do confronto com o policial.

ANÚNCIOS

A polícia de São Paulo conseguiu identificar os envolvidos nos homicídios do policial militar Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos, e da filha dele, Alycia Perroni Valentim, de 19 anos.

Segundos as informações das autoridades locais, a Polícia Civil conseguiu identificar os três envolvidos no caso. Por determinação da Justiça, foram emitidos mandados de prisão preventiva contra os três.

ANÚNCIOS

Os três criminosos, segundo as investigações, tentavam assaltar uma farmácia. Anderson e a filha estavam no estacionamento do estabelecimento quando foram baleados – os dois não resistiram.

Alycia era estudante de Direito, enquanto o pai era policial militar e estava de folga. Anderson também mantinha um terreiro de Umbanda na Umbanda na Zona Norte da cidade de São Paulo.

Este é um momento extremamente delicado, e peço a compreensão e o respeito de todos. Neste momento de luto, buscamos preservar nosso espaço e privacidade. Assim que tivermos mais informações sobre o velório, compartilharemos através das redes sociais“, declarou a administração do terreiro.

ANÚNCIOS

Também por meio de nota, a Polícia Militar lamentou a morte do agente, exaltando a dedicação demostrada por Anderson durante o período em que serviu à corporação. Anderson era efetivo na 39 Cia do 7° BPM/M.

Câmera flagrou ação dos criminosos (video)

Até o momento, a polícia não divulgou os nomes dos suspeitos. Com a decisão da Justiça, o trio passa a ser foragido até que tenham a prisão concluída. Anderson e Alycia morreram no local.

ANÚNCIOS

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.