Diego Nogueira perdeu a vida após levar um mata-leão: Vídeo flagrou toda a ação

As imagens de uma câmera de segurança trouxeram a dinâmica do crime à tona.

ANÚNCIOS

Nas últimas horas imagens registradas por câmeras de segurança mostram o momento em que um homem perde a vida após levar um golpe de um agente da Polícia Federal.

O caso ganhou uma enorme repercussão após se tornar destaque nos principais portais de notícias do Brasil. Diego Arco Iris Nogueira Lima, um homem em situação de rua, faleceu depois de entrar à força em um estabelecimento de karaokê, onde permaneceu por seis minutos.

ANÚNCIOS

Durante esse intervalo, ele foi contido por um agente administrativo da Polícia Federal (PF) e, posteriormente, asfixiado por um segurança do estabelecimento.

A ocorrência se deu na madrugada da última quarta-feira (21), na 305 Norte,  no Distrito Federal, o incidente teve início quando Diego, conforme relatado por testemunhas, adentrou um bar portando uma faca e supostamente ameaçou o funcionário e o segurança do local.

O vídeo revela detalhadamente, minuto a minuto, os eventos que transcorreram dentro do estabelecimento, desde o momento em que Diego invade o local até o momento em que é visto deitado, imobilizado com fios elétricos, já sem reagir.

ANÚNCIOS

O vídeo inicia quando o agente administrativo da PF, o segurança e um terceiro indivíduo entram no bar, já em meio a uma luta corporal com Diego. É visível o servidor, vestindo um casaco branco e portando uma arma, dominando a vítima.

Após ser acionada, a Polícia Militar se dirigiu ao local, onde os envolvidos perceberam que Diego não estava mais se movendo. Tanto o agente quanto os policiais militares tentaram reanimá-lo, porém, sem sucesso. Logo em seguida, o Corpo de Bombeiros chegou ao estabelecimento e confirmou o óbito no local.

Video (clique aqui)

ANÚNCIOS

O incidente foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia, responsável pela área central da cidade. O segurança que aplicou o golpe de imobilização foi autuado por homicídio culposo, caracterizado quando não há intenção de matar.

Fabiana Batista Stos

Jornalista digital, com mais de 10 anos de experiência em criação de conteúdo dos mais diversos assuntos. Amo escrever e me dedico ao meu trabalho com muito carinho e determinação.