Caso Isabelle: Antes de confessarem crime brutal, casal concedeu entrevista sobre desaparecimento

Menina de 3 anos desapareceu de casa nesta última terça, dia 5 de março

ANÚNCIOS

A cidade de Indaial, em Santa Catarina, viveu dias de angústia e esperança que culminaram em um desfecho trágico. Isabelle de Freitas, uma menina de apenas 3 anos, desaparecida desde segunda, foi encontrada morta, encerrando a busca desesperada por seu paradeiro.

A Polícia Civil, após intensas investigações, confirmou que a pequena Isabelle foi vítima de um ato inimaginável: morta pela própria mãe e pelo padrasto.

ANÚNCIOS

O delegado-geral Ulisses Gabriel anunciou que, após serem interrogados, a mãe e o padrasto de Isabelle confessaram o crime, descrevendo a causa da morte da criança como resultado de múltiplas agressões.

Antes deste terrível desfecho, mãe e padrasto da menina concederam entrevista para um canal de notícias local. As imagens chama atenção pela aparente falta de sensibilidade do padrasto. Os próprios usuários notaram e comentaram sobre este detalhe.

Veja a entrevista que o casal que confessou o crime concedeu mais cedo:

ANÚNCIOS

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jornal Razão (@jornalrazao)

O corpo de Isabelle foi encontrado em uma área de mata, perto da casa da família, que havia se mudado para o local há cerca de duas semanas.

A busca pela menina envolveu não apenas a Polícia Civil e Militar, mas também a comunidade, que se uniu na esperança de encontrá-la com vida. Infelizmente, as buscas terminaram da maneira mais dolorosa possível.

ANÚNCIOS

Este trágico evento deixa a comunidade de Indaial e todo o estado de Santa Catarina em luto, questionando como uma tragédia dessas pode acontecer.

Agora, enquanto a justiça toma seu curso, resta a memória de Isabelle, uma vida jovem perdida muito cedo, e o lembrete doloroso da vulnerabilidade das crianças em nossa sociedade.

Paulo Machado

Colunista de portal de notícias dedicado a TV e Famosos, Curiosidades, Saúde Natural e Bem-estar, Finanças e Política Brasileira